5th AMIB-ESICM Symposium 2019

5th AMIB-ESICM Symposium 2019

  • 67 Alunos matriculados
  • 23 Horas de duração
  • 60 Aulas
  • 4 Módulos
  • 2 anos de suporte
Parcele em 10x R$ 110,00 (ou R$ 1.100,00 à vista)
Comprar Agora Dê um passo adiante em sua carreira!
Medicine Cursos

5th AMIB-ESICM Symposium, o simpósio realizado em parceria com a European Society of Intensive Care Medicine. O evento será realizado nos dias 11 e 12 de outubro e conta com novidades nas áreas de Monitoração Hemodinâmica Avançada e Ventilação Mecânica. Todas as palestras contarão com tradução simultânea.

A Hemodinâmica será dividida nos temas monitorização e tratamento do choque circulatório. Além disso, procurou-se dar destaque ao que está mais envolvido no dia a dia do intensivista, como o manejo terapêutico de pacientes com oligúria e hipotensão, ou seja, ensinamentos que o público poderá levar do evento diretamente para suas atividades de beira do leito.

“A área de hemodinâmica vem se desenvolvendo rapidamente, e cada vez tem-se utilizados ferramentas de monitorização não invasivas”, afirma o Dr. Luciano Azevedo, coordenador do comitê organizador da área. “Esses dispositivos não invasivos, como o ecocardiograma, guiarão o tratamento desses pacientes com choque circulatório no futuro”.
Na área de ventilação mecânica, o programa do curso este ano compreende aulas rediscutindo conceitos básicos e também trazendo novidades e o panorama futuro da área, explica o coordenador do comitê organizador da área, Dr. Ary Serpa Neto. “Em uma sessão específica, os mais recentes e importantes estudos clínicos publicados na área serão discutidos por especialistas e em primeira mão”, revela.

De forma pioneira, o curso também abordará o tema de forma mais macro, envolvendo profissionais não médicos e também discutindo como melhorar o desfecho desses pacientes através de intervenções focadas em melhor gestão de recursos e pessoas.



Politica de Cancelamento:

Cancelamento em até 7 dias após a compra: 100% devolução;
Cancelamento em até 30 dias após a compra, devolução de 50% do valor do curso;
Cancelamento em até 60 dias após a compra, devolução de 30% do valor do curso;
Após 60 dias após compra, sem devolução.

Todas as devoluções serão abatidas as taxas de nota fiscal e transação bancária.

2 anos Sem tempo para fazer o curso agora? Não tem problema.
Você poderá participar desse curso até 2 anos após a matrícula.

Intensivista / Emergencistas / Anestesiologistas 

Medicine Cursos
""


Conteúdo Programático

  • 1. D1 – S1 – 01 - ABERTURA
  • 2. D1 – S1 - 02 – VENTILATORY SUPPORT GUIDED BY RESPIRATORY MECHANICS - MASSIMO ANTONELLI
  • 3. D1 – S1 - 03 – IS PATINET SELF – INFLICTED LUNG INJURY SOMETHING WE SHOUD CARE ABOUT - GIACOMO BELLANI
  • 4. D1 – S1 - 04 – THE REAL PROBLEM IS THE VENTILATOR INDUCED DIAPHRAMATIC DYSFUNCTION - PEDRO CARUSO
  • 5. D1 – S1 - 05 – CASE DISCUSSION - BRUNO PINHEIRO BESEN
  • 6. D1 – S1 - 06 – INDICADORES DE SEGURANÇA NO PACIENTE VENTILADO - MARCELO ALCÂNTARA
  • 7. D1 – S1 - 07 – HOW RESPIRATORY THERAPIST AND PHYSICIANS COULD WORK TOGETHER TO IMPROVE OUTCOMES OF PATIENTS UNDER MECHANICAL VENTILATION - ALCINO COSTA LEME
  • 8. D1 – S1 - 08 – COMO MELHORA OS RESULTADOS DE VENTILAÇÃO MECÂNICA - JORGE LUIS VALIATTI
  • 9. D1 – S1 - 09 – CASO CLINICO – IMPLEMENTENDO PROTOCOLOS - MARCELO ALCÂNTARA
  • 10. D1 – S1 - 10 – THE END OF SB FOR ARDS PATIENTS - MASSIMO ANTONELLI
  • 11. D1 – S1 - 11 – SHOULD WE STILL USE NEUROMUSCOLAR BLOCKING AGENTS AFTER THE ROSE TRIAL - GIACOMO BELLANI
  • 12. D1 – S1 - 12 – WHEN WE STILL NEED NA ESOPHAGEAL BALLOON AFTER EPVENT-2 TRIAL - ALEXANDRE BIASI CAVALCANTI
  • 13. D1 – S1 - 13 – EOLIA BAYESIAN REANALYSIS OF CLINICAL TRIALS AND OTHER INCONVENIENT THINGS - FERNANDO ZAMPIERI
  • 14. D1 – S1 - 14 – AUTOMATION OF VENTILATION TO IMPROVE LUNG PROTECTION - ARY SERPA NETO
  • 15. D1 – S1 - 15 – HIPERÓXIA OU HIPOXEMIA - EDUARDO LEITE COSTA
  • 1. D1 – S2 - 01 - ABERTURA
  • 2. D1 – S2 - 02 – CLINICAL VARIABLES AFTER THE ANDROMEDA SHOCK TRAIL - MAURIZIO CECCONI
  • 3. D1 – S2 - 03 – LACTATE - DANIEL DE BACKER
  • 4. D1 – S2 - 04 – PCO² GAP - JEAN-LOUIS TEBOUL
  • 5. D1 – S2 - 05 – CASO CLÍNICO - EDERLON DE CARVALHO E LÍVIA MELRO
  • 6. D1 – S2 - 06 – WHAT ECHOCARDIOGRAPHI PARAMETERS I USUALLY USE - DALTON BARROS
  • 7. D1 – S2 - 07 – OK IT IS USEFUL BUT DOSE IT CHANGE OUTCOMES - MAURIZIO CECCONI
  • 8. D1 – S2 - 08 – INTEGRATING ECHO WITH OTHER VARIABLES AND DEVICES - JEAN LOUIS TEBOUL
  • 9. D1 – S2 - 09 – CASE PRESENTATION AND DISCUTION - DALTON BARROS E NEYMAR DE OLIVEIRA
  • 10. D1 – S2 - 10 – CLINICIANS WHAT DO THEY USE AT THE BEDSIDE TO MEASURE FLUID RESPONSIVENESS - LEANDRO UTINO TANIGUCHI
  • 11. D1 – S2 - 11 – WHY IS IT SO DIFFICULT TO MEASURE PPV IN CLINICAL PRACTICE - JEAN LOUIS TEBOUL
  • 12. D1 – S2 - 12 – HOW TO OVERCOME THE LIMITATIONS OF DYNAMIC MEASUREMENTS - MAURIZIO CECCONI
  • 13. D1 – S2 - 13 – MONITORAÇÃO HEMODINÂMICA FUNCIONAL NA SALA DE CIRURGIA - SUZANA MARGARETH AJEJE LOBO
  • 14. D1 – S2 - 14 – GEDV GEE EVLWI USEFUL OR JUST A LETTER SOUP - DANIEL DE BACKER
  • 1. D2 – S1 - 01 - VENTILATOR INDUCED LUNG INJURY - ALEXANDRE MARINI ÍSOLA
  • 2. D2 – S1 - 02 – COMO MEDIR Á BEIRA DO LEITO - EDUARDO LEITE V. COSTA
  • 3. D2 – S1 - 03 – COMO USAR AS INTERAÇÃOES PULMÃO-CORAÇÃO - RICARDO GOULART RODRIGUES
  • 4. D2 – S1 - 04 – DO PHARMACOLOGICAL THERAPIES HAVE ANY FUTURE FOR ARDS - PATRÍCIA RIEKEN MACÊDO ROCCO
  • 5. D2 – S1 - 05 – ARDS MIMICKERS AND ITS DIFFERENT CAUSES - FELIPE SADDY
  • 6. D2 – S1 - 06 – QUANDO A CÂNULA DE ALTO FLUXO NÃO É SEGURANA INSUFICÊNCIA RESPIRATÓRIA HIPOXÊMICA - ISRAEL NUNES MAIA
  • 7. D2 – S1 - 07 – PODEMOS USAR CÂNULA NASLADE ALTO NA INSUFICÊNCIA HIPERCÁPNICA - LETICIA KAWANO-DOURADO
  • 8. D2 – S1 - 08 – COMO O VENTILADOR E A INTERFACE PODEM INFLUENCIAR OS RESULTADOS - CARMEN SÍLVIA VALENTE BARBAS
  • 9. D2 – S1 - 09 – COMO É A MELHOR MANEIRA DE DESMAMAR E EXTUBAR - PÉRICLES DUARTE
  • 10. D2 – S1 - 10 - DISCUSSÃO
  • 11. D2 – S1 - 11 - CONHEÇA OS ESPECIALISTAS
  • 12. D2 – S1 - 12 – HIPERCAPNIA DURANTE A VENTILAÇÃO MECÂNICA - MASSIMO ANTONELLI
  • 13. D2 – S1 - 13 – COMO A FAMILIA PODE AJUDAR PACIENTES SOB VENTILAÇÃO MECÂNICA - CASSIANO TEIXEIRA
  • 14. D2 – S1 - 14 – FIM DE VIDA DE PACIENTES SOB VENTILAÇÃO MECÂNICA - DANIEL NEVES FORTE
  • 15. D2 – S1 - 15 – SÃO CLONIDINAS E CETAMINAS TÃO BOAS QUANTO DEXMEDETOMIDINA - ANTÔNIO PAULO NASSAR JUNIOR
  • 16. D2 – S1 - 16 – EVIDÊNCIA RECENTE SOBRE MOBILIZAÇÃO PRECOCE DE PACIENTES SOB VENTILAÇÃO MECÂNICA - KARINA T. TIMENETSKY
  • 1. D2 – S2 - 01 – YOU SHOULD GIVE A LOT OF FLUIDS BEFORE VASOACTIVE DRUGS - MAURIZIO CECCONI
  • 2. D2 – S2 - 02 – THE FIVE COMMANDMENTS OF SHOCK TREATMENT - DANIEL DE BACKER
  • 3. D2 – S2 - 03 – SHALL WE DRAW LACTATE FROM ALL SEPTIC PATIENTS - BRUNO A M P BESEN
  • 4. D2 – S2 - 04 – YOU SHOULD AIM FOR MAP=MMHG IN ALL PATIENTS WITH SHOCK - JEAN LOUIS TEBOUL
  • 5. D2 – S2 - 05 – YOU SHALL INSERT A CVC IN ALL SHOCK PATIENTS - ANTONIO PAULO NASSAR JUNIOR
  • 6. D2 – S2 - 06 - DISCUSSÃO
  • 7. D2 – S2 - 07 – HOW DO I TREAT - DANIEL DE BACKER
  • 8. D2 – S2 - 08 – A PATIENT WITH NORMAL PERFUSION MARKERS BUT OLIGURIC - MAURIZIO CECCONI
  • 9. D2 – S2 - 09 – A PATIENT WITH IMPAIRED RV FUNCTION AND FLUID RESPONSIVENESS - JEAN LOUIS TEBOUL
  • 10. D2 – S2 - 10 – LOW MAP AND NORMAL PERFUSION WHAT TO DO - LUCIANO AZEVEDO
  • 11. D2 – S2 - 11 - CONHEÇA OS ESPECIALISTAS
  • 12. D2 – S2 - 12 – NOREPINEPHRINE IS IT ONLY A VASOPRESSOR - LUDHMILA ABRAHÃO HAJJAR
  • 13. D2 – S2 - 13 – VASODILATORY IN VASODILATORY SHOCK - LUDHMILA ABRAHÃO HAJJAR
  • 14. D2 – S2 - 14 – FUROSEMIDE AND SHOCK - FERNANDO G. ZAMPIERI
  • 15. D2 – S2 - 15 – FLUIDS THE SOONER THE BETTER OR THE LESS THE BETTER - ALEXANDRE BIASI CAVALCANTI
Voltar ao topo