XV COPATI Congresso Paulista de Terapia Intensiva

XV COPATI Congresso Paulista de Terapia Intensiva

  • 36 Horas de duração
  • 124 Aulas
  • 10 Módulos
  • 1 ano de suporte
Parcele em 10x R$ 59,90 (ou R$ 599,00 à vista)
Comprar Agora Dê um passo adiante em sua carreira!
Medicine Cursos

Sinopse das aulas
Material disponível em ACESSO ONLINE 


DVD 1
Pré Congresso – Monitorização Multimodal
01 - TIE: MONITORIZAÇÃO MAIS PRECISA VM
Alexandre Marini Ísola
Duração: 25 minutos

02 - MONITORIZAÇÃO MULTIMODAL DO PACIENTE CRÍTICO: AVALIAÇÃO MUSCULAR RESPIRATÓRIA: MEDIDAS DE PRESSÃO E ULTRASSONOGRAFIA
Pauliane Vieira Santana
Duração: 38 minutos

03 - AVALIAÇÃO MULTIMODAL DO DRIVE RESPIRATÓRIO: P0.1 e AEdi
Juliana Ferreira
Duração: 31 minutos

04 - MONITORIZAÇÃO MULTIMODAL DAS CURVAS PRESSÃO VOLUME DO SISTEMA RESPIRATÓRIO E DA MECÂNICA RESPIRATÓRIA DO PACIENTE CRÍTICO: PRESSÕES RESISTIVAS E ELÁSTICAS
Carmen Silvia Valente Barbas
Duração: 29 minutos

05 - TRANSPULMONARY PRESSURE EVALUATION IN THE CRITICALLY ILL PATIENTS
Luciano Gattinoni
Duração: 33 minutos

06 - VENTILATORY STRATEGIES DURING CPR
Ricardo Luiz Cordioli
Duração: 42 minutos

07 - MONITORIZAÇÃO MULTIMODAL NO TCE
Adriano Machado
Duração: 47 minutos

08 - MONITORIZAÇÃO DA DISFUNÇÃO DE MÚLTIPLOS ÓRGÃOS
Bruno Mazza
Duração: 29 minutos

09 - AVALIAÇÃO HEMODINÂMICA MULTIMODALDO PACIENTE CRÍTICO: ÍNDICES E VOLUMES CARDÍACOS, RESISTÊNCIAS,ÍNDICE DE PERMEABILIDADE E ÁGUA EXTRAVASCULAR PULMONAR E SVO2
Alejandra Gallardo Garrido
Duração: 33 minutos
DVD 2

01 – POR QUE MEDIR A ÁGUA EXTRAVASCULAR PULMONAR
Carmem Silvia V. Barbas
Duração: 13 minutos

02 – 50 YEARS OF ARDS: WHERE WE NOW
Luciano Gattinoni
Duração: 29 minutos

03 – COMO MEDIR A ÁGUA EXTRAVASCULAR PULMONAR NA PRÁTICA CLÍNICA
Ary Serpa Neto
Duração: 15 minutos

04 – MONITORANDO A VENTILAÇÃO NA SDRA COM A IMPEDÂNCIA ELÉTRICA
Marcelo Amato
Duração: 17 minutos

05 – VAMOS MONITORAR A VENTILAÇÃO COM IMPEDÂNCIA ELÉTRICA NA PRÁTICA CLÍNICA?
Caio César A. Morais
Duração: 16 minutos

06 – CATETER NASAL DE ALTO FLUXO OU VENTILAÇÃO NÃO INVASIVA COMO SUPORTE INICIAL NA SÍNDROME DO DESCONFORTO RESPIRATÓRIO AGUDO
Carmen Silvia Valente Barbas
Duração: 16 minutos

07 – VAMOS LIGAR O CATETER DE NASAL DE ALTO FLUXO NA PRÁTICA
Marta Damasceno
Duração: 08 minutos

08 – EVITANDO A ASPIRAÇÃO PULMONAR EM PACIENTES COM SUPORTE NÃO INVASIVO
Camila Fussi
Duração: 09 minutos

09 – PRONE POSITION IN ARDS PHYSIOLOGICAL PRINCIPLES
John J. Marini
Duração: 21 minutos

10 – WHICH ARDS PATIENTS WE MUST PRONATE: CLINICAL RESULTS
Luciano Gattinoni
Duração: 18 minutos

11 – VAMOS PRONAR O PACIENTE COM SDRA NA PRÁTICA CLÍNICA
Cristiane Emilio Pontes
Duração: 12 minutos

12 – SDRA E VENTILAÇÃO MECÂNICA - AJUSTE DA PEEP NO PACIENTE EM PRONA
Marcelo Beraldo
Duração: 15 minutos

13 – SUPORTE PSICOLÓGICO AO PACIENTE E FAMILIARES COM SDRA
Renata Rego Lins Fumis
Duração: 08 minutos

14 – ABERTURA
Duração: 26 minutos

15 – SDRA AND DRIVING PRESSURE
Marcelo B. P. Amato
Duração: 17 minutos

16 – ENERGYTRAUMA NOVO CONCEITO EM VILI
Ary Serpa Neto
Duração: 17 minutos

17 – WHEN TO MEASURE THE TRANSPULMONARY PRESSURE IN CLINICAL PRACTICE
Luciano Gattinoni
Duração: 20 minutos

18 – HOW TO VENTILATE ARDS PATIENT WITH INTRA-ABDOMINAL HYPERTENSION (IAH)
Alexandre Marini Ísola
Duração: 16 minutos

19 – DISCUSSÃO
Duração: 28 minutos

20 – SDRA GRAVE HIPOXEMIA REFRATARIA
Gustavo Faissol Janot de Matos
Duração: 32 minutos


21 – DYNAMIC PREDICTORS OF VILI - DRIVING POWER
John J. Marini
Duração: 17 minutos

22 – CASOS CLÍNICOS  MULTIPROFISSIONAIS
Jorge Luis dos Santos Valiatti
Duração: 71 minutos

DVD 3

01 – SUPORTE AO PACIENTE EM INSUFICIÊNCIA DE MÚLTIPLOS ÓRGÃOS: AJUSTANDO AS DROGAS VASOATIVAS
Jean-Louis Vincent
Duração: 31min

02 - HOW TO IDENTIFY POSSIBLE INFECTION AND SEPSE
Mervyn Singer
Duração: 16min

03 – TERAPIA DE SUBSTITUIÇÃO RENAL. QUEM? QUANDO?
Henrique Palomba
Duração: 15min

04 – VAMOS INSTALAR UMA HEMODIÁLISE NO PACIENTE COM IRA
Ana Maria Cavalheiro
Duração: 8min

05 – NUTRINDO O PACIENTE EM INSUFICIÊNCIA RENAL AGUDA
João Manoel Silva Jr.
Duração: 14min

06 – MOBILIZAÇÃO DO PACIENTE CRÍTICO DURANTE A HEMODIÁLISE
Corinne Taniguchi
Duração: 17min

07 – AJUSTES DOS ANTIBIOTICOS DURANTE A HEMODIALISE
Henrique Palomba
Duração: 13min

08 – APOIO PSICOLÓGICO AO PACIENTE E FAMILIARES DO PACIENTE EM IRA
Renata Rego Lins Fumis
Duração: 10min

09 – QUANDO PALIAR O PACIENTE EM INSUFICIÊNCIA DE MÚLTIPLOS ÓRGÃOS GRAVE?
Daniel Neves Forte
Duração: 14min

10 – DISCUSSÃO
Duração: 23min

11 – SUPPORT FOR SEVERE MYOCARDIAL INFARCTION
Mervyn Singer
Duração: 17min

12 – CONSEQUENCES OS HEART-LUNG INTERACTION DURING VENTILATION
John J. Marini
Duração: 16min

13 – ATUALIZAÇÃO EM PARADA CARDIORRESPIRATÓRIA
Hélio Penna Guimarães
Duração: 16min

14 – O PAPEL DAS DISFUNÇÕES EXTRA CEREBRAIS NO PROGNÓSTICO PÓS PARADA CARDIORRESPIRATÓRIA
Jean-Louis Vincent
Duração: 18min

15 – VA-ECMO & VV-ECMO IN ADULT PATIENTS: WHEN TO USE?
Marcelo Park
Duração: 16min

16 – INICIANDO SUPORTE NO PACIENTE CRITICO
Gustavo F. Janot de Matos
Duração: 17min

17 – O POLITRAUMATIZADO NA UTI
Carlos Eduardo Nassif Moreira
Duração: 24min

18 – AVALIAÇÃO TOMOGRÁFICA NO POLITRAUMA: TCE
Antonio Eiras Falcão
Duração: 22min

19 – UTILIZANDO O TROMBOELASTOMETRÍA PARA REPOSIÇÃO DE HEMODERIVADOS NO POLITRAUMA
Tomas Crochemore
Duração: 19min

20 – CONTUSÃO MIOCARDICA
Marcus A. Ferez
Duração: 19min

21 – TCE & SDRA
Ricardo Luiz Cordioli
Duração: 22min


22 – USO DE OHB EM TRAUMA
Mariza D’Agostino Dias
Duração: 19min

23 – CHOQUE CARDIOGÊNICO
Ludhmila Abrahão Hajjar
Duração: 34min

24 – CASO CLÍNICO – CHOQUE SÉPTICO REFRATÁRIO
Filomena Galas
Duração: 53min

DVD 4

01 – ESTUDO ART: ONDE ESTAMOS?
Alexandre Biasi Cavalcanti
Duração: 21 minutos

02 – VENTILAÇÃO ASSISTIDA OU CONTROLADA?
Jorge Luis Valiatti
Duração: 14 minutos

03 – QUANDO INDICAR O USO DE MODOS VENTILATÓRIOS AVANÇADOS?
Pedro Caruso
Duração: 20 minutos

04 – DIAGNOSTICANDO E TRATANDO ASSINCRONIA PACIENTE-VENTILADOR
Juliana Ferreira
Duração: 23 minutos

05 – AUTOMATED MODES FOR MECHANICAL VENTILATION
John J. Marini
Duração: 23 minutos


06 – ALTO FLUXO OU VNI NO PÓS EXTUBAÇÃO?
Ricardo Goulart Rodrigues
Duração: 19 minutos

07 – DISPOSITIVOS SUPRA-GLÓTICOS E ESTRATÉGIAS PARA INTUBAÇÃO DIFÍCIL NA PRÁTICA CLÍNICA
Renato G. G. Terzi
Duração: 30 minutos

08 – CASO CLÍNICO DE INTUBAÇÃO DIFICIL
João Manoel Silva Junior
Duração: 70 minutos



DVD 5
01 - EARLY DIAGNOSIS OF INFECTION AND ADVANCES IN ANTIMICROBIAL THERAPY IN SEPSIS
Luciano Azevedo
Duração: 31 minutos

02 - SEPSIS 3: SO WHAT'S NEW ?
Mervyn Singer
Duração: 34 minutos

03 - SEPSIS COMMUNITY OR HOSPITAL ACQUIRED: WHAT CHANGES?
Bruno Franco Mazza
Duração: 18 minutos

04 - MONITORIZAÇÃO MICROVASCULAR NO CHOQUE SÉPTICO
Suzana Lobo
Duração: 17 minutos

05 - O PAPEL DO LACTATO E SV02 NO CHOQUE SÉPTICO
Flavia Machado
Duração: 16 minutos

06 - MONITORIZAÇÃO NÃO INVASIVA DO DÉBITO CARDÍACO E DA SVO
Renata Pietro
Duração: 13 minutos

07 – MOBILIZAÇÃO PRECOCE NO PACIENTE COM SEPSIS
Marcelo do Amaral Beraldo
Duração: 23 minutos

08 - CAN WE ESTIMATE SEPSIS INCIDENCE AND MORTALITY ?
Luciano Azevedo
Duração: 15 minutos

09 - CRITICAL CARE BASED ON PROTOCOLS ?
Elias Knobel
Duração: 15 minutos

10 - COMO ADMINISTRAR E GERENCIAR OS RISCOS DE UMA UTI NO BRASIL
Ederlon Rezende
Duração: 11 minutos

11 - INTEGRANDO OS SETORES RESPONSÁVEIS PELO PACIENTE CRÍTICO:
COMO IMPLANTAR UM SISTEMA EFICAZ NO BRASIL
Débora Dutra da Silveira Mazza
Duração: 14 minutos

12 - APRENDENDO COM OS EVENTOS ADVERSOS
Haggéas da Silveira Mazza
Duração: 13 minutos

13 - VISITA MULTIDISCIPLINAR EM 2017: COMO OBTER OS MELHORES RESULTADOS
Haggéas da Silveira Fernandes
Duração: 16 minutos

14 - UTIS DO FUTURO: COMO GARANTIR A SEGURANÇA DO PACIENTE CRITICAMENTE DOENTE
Leonardo Ferraz
Duração: 22 minutos

DVD 6

01 - ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL ISQUÊMICO E HEMORRÁGICO GRAVES
Gisele Sampaio
Duração: 21 minutos

02 - CUIDANDO DO PACIENTE COM HIPERTENSÃO INTRACRANIANA GRAVE
Antonio Eiras Falcão
Duração: 18 minutos

03 – CUIDADOS NEUROLÓGICOS NOS SOBREVIVENTES DE PCR
Jose Paulo Ladeira
Duração: 27 minutos

04 – SEDAÇÃO E CONTROLE DO DELIRIUM NO PACIENTE CRÍTICO EM 2017
Bruno de A. Bravim
Duração: 22 minutos

05 – COMO AJUSTAR A SEDAÇÃO PARA O DESMAME VENTILATÓRIO?
Marcos Soares Tavares
Duração: 15 minutos

06 - Discussão
Duração: 9 minutos

07 - HIPOXIA TECIDUAL ISQUEMICA E HIPERTENSÃO INTRACRANIANA: BASES FISIOPATOLÓGICAS ATUAIS DAS DESCOMPRESSÕES CIRURGICAS DO COMPARTIMENTO INTRACRANIANO E SEUS SUB-COMPARTIMENTOS
Marcos Stavale
Duração: 32 minutos

08 - CASO CLÍNICO INTERATIVO COPATI 2017
Gisele Sampaio Silva
Duração: 85 minutos

DVD 7
Pré Congresso – Ventilação Mecânica – Neonatologia e Pediatria
01 - COMO INICIAR A VENTILAÇÃO MECÂNICA
Mário Ferreira Carpi
Duração: 51 minutos

02 - MODOS CONVENCIONAIS DE VENTILAÇÃO MECÂNICA
Marcelo Barciela Brandão
Duração: 41 minutos

03 - VENTILAÇÃO MECÂNICA: MODOS AVANÇADOS
Eduardo Mekitarian Filho
Duração: 60 minutos

04 - VENTILAÇÃO NÃO INVASIVA EM PEDIATRIA E NEONATOLOGIA
Cíntia Johnston
Duração: 69 minutos

05 - SÍNDROME DO DESCONFORTO RESPIRATÓRIO
Maria Esther Jurfest Ceccon
Duração: 54 minutos

06 - RETIRADA DO SUPORTE VENTILATÓRIO MECÂNICO "DESMAMA"
Rossano Cesar Bonatto
Duração: 43 minutos

07 – ESTAÇÃO PRÁTICA 1
Mário Ferreira Carpi
Duração: 46 minutos

08 – ESTAÇÃO PRÁTICA 2
Eduardo Mekitarian Filho
Duração: 43 minutos

09 – ESTAÇÃO PRÁTICA 3
Maria Esther Jufest Ceccon
Duração: 42 minutos

10 – ESTAÇÃO PRÁTICA 4
Jonas Silva, Cíntia Johnston, Ruy de Camargo
Duração: 48 minutos






DVD 8
01 -  O PAPEL DA SOBRECARGA HÍDRICA NA LESÃO RENAL AGUDA
Ana Paula de Carvalho Panzeri Carlotti
Duração: 17 minutos

02 - HEMODIÁLISE EM RN SE TORNOU MAIS FREQUENTE?
João Domingos Montoni da Silva
Duração: 26 minutos


03 – DISCUSSÃO
Duração: 18 minutos

04 – ECMO: HISTORY, INDICATIONS AND PHYSIOLOGY
Heidi J. Dalton
Duração: 46 minutos

05 – O QUE É EXATAMENTE MORTE PRESUMÍVEL
Eduardo Juan Troster
Duração: 22 minutos

06 - TRANSPORTE DO  RECÉM-NASCIDO
Sergio Marba
Duração: 21 minutos

07 – HIGH-FREQUENCY OSCILLATORY VENTILATION
IN NEONATOLOGY
Peter C. Rimensberger
Duração: 35 minutos

08 - DISCUSSÃO DE CASO CLÍNICO
Mário Ferreira Carpi
Duração: 114 minutos

09 – ECMO IN KIDS
Heidi J. Dalton
Duração: 31 minutos

10 - INTUBAÇÃO DIFÍCIL
Regina Grigolli Cesar
Duração: 19 minutos

11 – ALTERAÇÕES NEUROLÓGICAS NO RECÉM-NASCIDO PRÉ-TERMO
Gabriel Alberto Brasil  Ventura
Duração: 23 minutos

12 - TEV – TROMBO EMBOLISMO VENOSO EM CRIANÇAS
Ivan P. Pistelli
Duração: 24 minutos





DVD 9

01 -  BIOMARCADORES: PODEMOS SEGUI-LOS ?
Jose Roberto Fioretto
Duração:18 minutos

02 - NUTRIÇÃO DO RECÉM-NASCIDO EM SEPSE
Artur F. Delgado
Duração:22 minutos

03 - PODEMOS USAR INOTRÓPICOS ANTES DE COMPLETAR 60 ML/KG?
José Oliva Proença Filho
Duração:21 minutos

04 - ACUTE RESPIRATORY DISTRESS SYNDROME:
NEWS AND PERSPECTIVES
Peter C. Rimensberger
Duração:43  minutos

05 - OTIMIZANDO A SINCRONIA VENTILADOR-PACIENTE NA VENTILAÇÃO INVASIVA
Toshio Matsumoto
Duração:27  minutos

06 - RESPIRATORY MONITORING IN THE ARDS PATIENT
Peter C. Rimensberger
Duração:45  minutos

07 - CASO CLÍNICO NEONATAL
QUEM SERÁ NOSSO RN??
Ligia Maria Rugolu
Duração:118  minutos

08 - MANAGEMENT OF CARDIAC PATIENTS RECEIVING  EXTRACORPOREAL LIFE SUPPORT
Heidi J. Dalton
Duração: 32minutos

09 - “COMO AJUSTAR AS NECESSIDADES CALÓRICAS COM A RESTRIÇÃO HÍDRICA? ”
Artur F. Delgado
Duração: 21 minutos

10 - EMERGÊNCIAS CIRÚRGICAS MAIS FREQUENTES NO RN
Ana Cristina Aoun Tannuri
Duração: 26 minutos

11 - DELIRIUM, COMO DIAGNOSTICAR E CONDUZIR
Juang Horng JYH
Duração:21 minutos


DVD 10

01 - NEWER MODES IN MECHANICAL VENTILATION
Peter C. Rimensberger
Duração: 27 minutos

02 - ECMO IN NEONATAL RESPIRATORY FAILURE
Heidi J. Dalton
Duração: 31 minutos

03 - LARINGITE PÓS EXTUBAÇÃO: A VISÃO DO OTORRINO
Rebecca Maunsell
Duração: 33 minutos

04 - DISCUSSÃO
Duração: 10 minutos

05 - RCP SUPORTE AVANÇADO DE VIDA EM PEDIATRIA ATUALIZAÇÕES
Rossano César Bonatto  
Duração: 21 minutos

06 - UTIP – PRESENTE E FUTURO
Jose Roberto Fioretto
Duração: 38 minutos

 






2 anos Sem tempo para fazer o curso agora? Não tem problema.
Você poderá participar desse curso até 2 anos após a matrícula.

Intensivista 

Medicine Cursos
""


Conteúdo Programático

  • 1. Making Off
  • 2. Como iniciar a ventilação mecânica
  • 3. Modos convencionais de ventilação mecânica
  • 4. Ventilação mecânica: modos avançados
  • 5. Ventilação não invasiva em pediatria e neonatologia
  • 6. Síndrome do desconforto respiratório
  • 7. Retirada do suporte ventilatório mecânico "desmama”
  • 8. Estação prática 1
  • 9. Estação prática 2
  • 10. Estação prática 3
  • 11. Estação prática 4
  • 1. Tie: monitorização mais precisa vm
  • 2. Monitorização multimodal do paciente crítico: avaliação muscular respiratória: medidas de pressão e ultrassonografia
  • 3. Avaliação multimodal do drive respiratório: p0.1 e aedi
  • 4. Monitorização multimodal das curvas pressão volume do sistema respiratório e da mecânica respiratória do paciente crítico: pressões resistivas e elásticas
  • 5. Transpulmonary pressure evaluation in the critically ill patients
  • 6. Ventilatory strategies during cpr
  • 7. Monitorização multimodal no tce
  • 8. Monitorização da disfunção de múltiplos órgãos
  • 9. Avaliação hemodinâmica multimodaldo paciente crítico: índices e volumes cardíacos, resistências,índice de permeabilidade e água extravascular pulmonar e svo2
  • 1. Por que medir a água extravascular pulmonar
  • 2. 50 years of ards: where we now
  • 3. Como medir a água extravascular pulmonar na prática clínica
  • 4. Monitorando a ventilação na sdra com a impedância elétrica
  • 5. Vamos monitorar a ventilação com impedância elétrica na prática clínica?
  • 6. Cateter nasal de alto fluxo ou ventilação não invasiva como suporte inicial na síndrome do desconforto respiratório agudo
  • 7. Vamos ligar o cateter de nasal de alto fluxo na prática
  • 8. Evitando a aspiração pulmonar em pacientes com suporte não invasivo
  • 9. Prone position in ards physiological principles
  • 10. Which ards patients we must pronate: clinical results
  • 11. Vamos pronar o paciente com sdra na prática clínica
  • 12. Sdra e ventilação mecânica - ajuste da peep no paciente em prona
  • 13. Suporte psicológico ao paciente e familiares com sdra
  • 14. Abertura
  • 15. Sdra and driving pressure
  • 16. Energytrauma novo conceito em vili
  • 17. When to measure the transpulmonary pressure in clinical practice
  • 18. How to ventilate ards patient with intra-abdominal hypertension (iah)
  • 19. Discussão 01
  • 20. Sdra grave hipoxemia refrataria
  • 21. Dynamic predictors of vili - driving power
  • 22. Casos clínicos multiprofissionais
  • 1. Acidente vascular cerebral isquêmico e hemorrágico graves
  • 2. Cuidando do paciente com hipertensão intracraniana grave
  • 3. Cuidados neurológicos nos sobreviventes de pcr
  • 4. Sedação e controle do delirium no paciente crítico em 2017
  • 5. Como ajustar a sedação para o desmame ventilatório?
  • 6. Discussão 02
  • 7. Hipoxia tecidual isquemica e hipertensão intracraniana: bases fisiopatológicas atuais das descompressões cirurgicas do compartimento intracraniano e seus sub-compartim
  • 8. Caso clínico interativo copati 2017
  • 1. O papel da sobrecarga hídrica na lesão renal aguda
  • 2. Hemodiálise em rn se tornou mais frequente?
  • 3. Discussão 03
  • 4. Ecmo: history, indications and physiology
  • 5. O que é exatamente morte presumível
  • 6. Transporte do recém-nascido
  • 7. High-frequency oscillatory ventilation in neonatology
  • 8. Discussão de caso clínico
  • 9. Ecmo in kids
  • 10. Intubação difícil
  • 11. Alterações neurológicas no recém-nascido pré-termo
  • 12. Tev – trombo embolismo venoso em crianças
  • 1. Suporte ao paciente em insuficiência de múltiplos órgãos: ajustando as drogas vasoativas
  • 2. How to identify possible infection and sepse
  • 3. Terapia de substituição renal. Quem? Quando?
  • 4. Vamos instalar uma hemodiálise no paciente com ira
  • 5. Nutrindo o paciente em insuficiência renal aguda
  • 6. Mobilização do paciente crítico durante a hemodiálise
  • 7. Ajustes dos antibioticos durante a hemodialise
  • 8. Apoio psicológico ao paciente e familiares do paciente em ira
  • 9. Quando paliar o paciente em insuficiência de múltiplos órgãos grave?
  • 10. Discussão 04
  • 11. Support for severe myocardial infarction
  • 12. Consequences os heart-lung interaction during ventilation
  • 13. Atualização em parada cardiorrespiratória
  • 14. O papel das disfunções extra cerebrais no prognóstico pós parada cardiorrespiratória
  • 15. Va-ecmo & vv-ecmo in adult patients: when to use?
  • 16. Iniciando suporte no paciente critico
  • 17. O politraumatizado na uti
  • 18. Avaliação tomográfica no politrauma: tce
  • 19. Utilizando o tromboelastometría para reposição de hemoderivados no politrauma
  • 20. Contusão miocardica
  • 21. Tce & sdra
  • 22. Uso de ohb em trauma
  • 23. Choque cardiogênico
  • 24. Caso clínico – choque séptico refratário
  • 1. Estudo art: onde estamos?
  • 2. Ventilação assistida ou controlada?
  • 3. Quando indicar o uso de modos ventilatórios avançados?
  • 4. Diagnosticando e tratando assincronia paciente-ventilador
  • 5. Automated modes for mechanical ventilation
  • 6. Alto fluxo ou vni no pós extubação?
  • 7. Dispositivos supra-glóticos e estratégias para intubação difícil na prática clínica
  • 8. Caso clínico de intubação dificil
  • 1. Biomarcadores: podemos segui-los ?
  • 2. Nutrição do recém-nascido em sepse
  • 3. Podemos usar inotrópicos antes de completar 60 ml/kg?
  • 4. Acute respiratory distress syndrome: news and perspectives
  • 5. Otimizando a sincronia ventilador-paciente na ventilação invasiva
  • 6. Respiratory monitoring in the ards patient
  • 7. Caso clínico neonatal - quem será nosso rn??
  • 8. Management of cardiac patients receiving extracorporeal life support
  • 9. “como ajustar as necessidades calóricas com a restrição hídrica?”
  • 10. Delirium, como diagnosticar e conduzir
  • 1. Early diagnosis of infection and advances in antimicrobial therapy in sepsis
  • 2. Sepsis 3: so what's new ?
  • 3. Sepsis community or hospital acquired: what changes?
  • 4. Monitorização microvascular no choque séptico
  • 5. O papel do lactato e sv02 no choque séptico
  • 6. Monitorização não invasiva do débito cardíaco e da svo
  • 7. Mobilização precoce no paciente com sepsis
  • 8. Can we estimate sepsis incidence and mortality ?
  • 9. Critical care based on protocols ?
  • 10. Como administrar e gerenciar os riscos de uma uti no brasil
  • 11. Integrando os setores responsáveis pelo paciente crítico: como implantar um sistema eficaz no brasil
  • 12. Aprendendo com os eventos adversos
  • 13. Visita multidisciplinar em 2017: como obter os melhores resultados
  • 14. Utis do futuro: como garantir a segurança do paciente criticamente doente
  • 1. Newer modes in mechanical ventilation
  • 2. Ecmo in neonatal respiratory failure
  • 3. Laringite pós extubação: a visão do otorrino
  • 4. Discussão 05
  • 5. Rcp suporte avançado de vida em pediatria atualizações
  • 6. Utip – presente e futuro
Voltar ao topo