FÓRUM SEPSE 2018 - Pediatria

FÓRUM SEPSE 2018 - Pediatria

  • 07 Horas de duração
  • 27 Aulas
  • 2 Módulos
  • 2 anos de suporte
Parcele em 10x R$ 40,00 (ou R$ 400,00 à vista)
Comprar Agora Dê um passo adiante em sua carreira!
Medicine Cursos

PARTE 1 - Pediatria
Definições do PRO CON-Sepsis em crianças
Moderadores: Adrienne Randolph (EUA) / José Roberto Fioretto (SP)

Precisamos urgentemente de uma definição de Sepse 3 para crianças
Daniela Souza (SP)
Duração: 18 minutos

Sepsis3 para crianças é um passo para trás
Jefferson Piva (RS)
Duração: 15 minutos

Discussão
Duração: 4 minutos

PRO CON- Uso de esteróides em crianças com choque séptico
Moderadores: Adrienne Randolph (EUA) / José Roberto Fioretto (SP)

Esteróides são benéficos no choque séptico pediátrico
Cláudio Flauzino (SP)
Duração: 20minutos

Esteróides são provavelmente prejudiciais para a maioria das crianças com choque séptico
Mário Carpi (SP)
Duração: 18 minutos

Discussão
Duração: 7 minutos

Sessão temática - Biomarcadores prognósticos para crianças sépticas
Moderadores: Joelma Gonçalves Martin (SP) / Marcelo Brandão (SP)

Abordagens transcriptômicas
Jefferson Piva (RS)
Duração: 16 minutos

Abordagens Metabolômicas
Arnaldo Prata (RJ)
Duração: 16 minutos

Combinando biomarcadores clínicos e laboratoriais
Vanessa Lanziotti (RJ)
Duração: 15 minutos

Discussão
Duração: 9 minutos

Debate - Manejo ideal de fluidos em neonatos sépticos e crianças
Moderadores: Mário Carpi (SP) Vanessa Lanziotti (RJ)
Participantes: Cristian Tonial (RS), Maria Regina Bentlin (SP), Miriam Perez (RJ), Marcelo Brandão (SP)
Duração: 44 minutos

PARTE 2 – Pediatria
Sessão temática - Otimizando o diagnóstico de patógenos
Moderadores: Leonardo Menezes (RJ) / Ana Cristina Frota (RJ)

Patógenos bacterianos - estado da arte e futuro
Marcio Nehab (RJ)
Duração: 15 minutos

Patógenos virais - prós e contras do teste multiplex
Adrienne Randolph (EUA)
Duração: 14 minutos

Patógenos fúngicos - otimizando o rendimento
Rosana Rangel (RJ)
Duração: 15 minutos

Discussão
Duração: 19 minutos

Sessão temática - Reduzindo as taxas de mortalidade por sepse
Moderadores: Adrienne Randolph (EUA) / Jefferson Piva (RS)

O que há de novo na melhoria da qualidade na sepse pediátrica?
Fernanda Lima Setta (RJ)
Duração: 15 minutos

Sepse pediátrica no pronto-socorro: o que sabemos?
Joelma Gonçalves Martin (SP)
Duração: 12 minutos

É possível capacitar a família para o diagnóstico?
Eduardo Troster (SP)
Duração: 17 minutos

Discussão
Duração: 20 minutos

PRO-CON - Choque séptico neonatal: epinefrina versus dopamina como agente inicial
Moderadores: Adrienne Randolph (EUA) / Cláudio Flauzino (SP)

Epinefrina
Fernando Martins (RJ)
Duração: 15 minutos

Dopamina
Maria Regina Bentlin (SP)
Duração: 18 minutos


Discussão
Duração: 09 minutos

PRO-CON - A ECMO é uma terapia de resgate realista para países de baixa e média
renda?
Moderadores: Vanessa Lanziotti (RJ) / Fernanda Lima Setta (RJ)

A relação risco-benefício não justifica a despesa
Cristian Tonial (RS)
Duração: 13 minutos

A disponibilidade de ECMO é essencial e vale o custo
Flávia Foronda (SP)
Duração: 14 minutos

Discussão
Duração: 21 minutos

Conferência: pediátrica
Palestrante: Daniela Souza
Pesquisa em sepse em países de baixa e média renda: superando desafios
Palestrante: Daniela Souza (SP)
Duração: 34 minutos


2 anos Sem tempo para fazer o curso agora? Não tem problema.
Você poderá participar desse curso até 2 anos após a matrícula.

intensivista / clinico geral / emergencista 

Medicine Cursos
""


Conteúdo Programático

  • 1. MONITORIZAÇÃO HEMODINÂMICA: COMO O ULTRASSOM PODE AJUDAR?
  • 2. FLUID RESPONSIVENESS IN SEPTIC CHILDREN: IS ECHOCARDIOGRAM MANDATORY?
  • 3. DISCUSSÃO
  • 4. INFECÇÕES BACTERIANAS SEPSE
  • 5. INFECÇÕES NA CRIANÇA SÉPTICA: E OS FUNGOS?
  • 6. “STEWARDSHIP”: UM ALERTA PARA O USO ADEQUADO DE ANTIMICROBIANOS
  • 7. DEFINING SEPSIS IN NEWBORNS AND CHILDREN
  • 8. SEPSIS IN THE ERA OF THE “PRECISION MEDICINE”
  • 9. A VIDA APÓS A SEPSE PEDIÁTRICA
  • 10. DISCUSSÃO
  • 11. DEBATE – VOLUME OU DROGA... O QUE VEM PRIMEIRO NO CHOQUE SÉPTICO PEDIÁTRICO?
  • 12. – IMPROVING OUTCOMES IN SEPSIS THE ISSUES AND COMMITMENT TO QUALITY IMPROVEMENT
  • 13. IMPLEMENTATION: THE EXPERT VIEW
  • 14. LIFE AS IT GOES... THE NURSES AND THE EMERGENCIST VIEW
  • 15. DISCUSSÃO
  • 1. THE CORTICOSTEROIDS AGAIN?
  • 2. IMUNOGLOBULINA NA SEPSE: QUANDO E PARA QUEM?
  • 3. CHOQUE REFRATÁRIO... O QUE EU FAÇO SEM ECMO?
  • 4. DISCUSSÃO
  • 5. DISFUNÇÃO RENAL NA SEPSE: O QUE FAZER?
  • 6. DE- RESSUSCLITAÇÃO COMO, ONDE E POR QUÊ?
  • 7. OS CINCO MELHORES ARTIGOS DO ANO!
  • 8. DISCUSSÃO
  • 9. TRATAMENTO ANTIMICROBIANO NA SEPSE NEONATAL PRECOCE
  • 10. TRATAMENTO ANTIMICROBIANO NA SEPSE NEONATAL PRECOCE
  • 11. DISCUSSÃO
  • 12. ESCORE DE CLASSIFICAÇÃO DE RISCO E GRAVIDADE NA SEPSE
Voltar ao topo